“20 Maresfield Gardens… nosso último endereço neste planeta”Sigmund Freud

Bem vindos ao Museu Freud em Londres

A casa-museu mais encantadora em Londres é a casa onde Sigmund Freud, o fundador da psicanálise, passou o último ano da sua vida, no numero 20 da Maresfield Gardens em Hampstead.

Freud e sua família aqui chegaram como refugiados depois que a Austria fora ocupada pela Alemanha nazista em 1938.

Ao entrar nesta casa de Freud você passa a vivenciar um outro mundo

O mundo que pertencia a Freud. Você encontra suas ideias e seus sentimentos refletidos nos seus pertences.

Seu fascinante gabinete com o famoso divã onde tantos pacientes foram analisados por Freud, e a sua admirável coleção de antiguidades. Sao mais de duas mil peças espalhadas em prateleiras pelo gabinete intercaladas com a sua vasta biblioteca.

Anna Freud

Você também terá oportunidade de conhecer aspectos da vida de Anna Freud, filha de Sigmund, que viveu nesta casa por 44 anos.

Aqui Anna continuou desenvolvendo seu trabalho psicanalítico pioneiro, especialmente com crianças. Foi um desejo de Anna que esta casa fosse convertida e aberta para o público, o que ocorreu em 1986.

Em 2016 estaremos festejando 30 anos de existência do museu, juntem-se a nós nesta comemoração!

Algumas peças da coleção

Embora refugiado, Freud teve a sorte de conseguir receber todos seus pertences aqui em Londres:

  • O Divã – uma das peças mais famosas do mundo contemporâneo, o divã analítico de Freud, coberto com o mesmo tapete Qashqai e as mesmas almofadas que o cobriam durante a vida de Freud. Freud tratou mais de 500 pacientes e a maioria deles se deitou neste divã.
  • A Escrivaninha – no centro da sala era o ponto de convergência da vida e do trabalho de Freud. Está tão ocupada que quase não sobra espaço para os papéis. Freud escolheu trabalhar sob o olhar de uma platéia de estatuetas.
  • A Cadeira de Freud – um modelo peculiar de cadeira, especialmente desenhada para Freud pelo arquiteto Felix Augenfeld no final dos anos 20. Presente da sua filha Mathilde.
  • O Busto de Freud – obra do escultor Oscar Nemon.
  • A Poltrona Verde – Freud sentava nesta poltrona que está ao lado da cabeceira do divã, de tal forma que o paciente não o via.
  • O Quadro de Salvador Dalí – Salvador Dalí visitou Freud em Londres e fez um retrato de Freud. Freud foi uma grande influencia no movimento surrealista.
  • A Pinturas do Homen dos Lobos – Sergei Pankejeff foi um dos mais famosos pacientes de Freud e ficou conhecido como o Homem dos Lobos. Ele presenteou Freud com essas pinturas que representavam seu sonho com lobos.
  • A Coleção de Eros – entre as inúmeras peças de antiguidades, encontramos várias figuras de Eros, o deus do amor.
  • O Dedal de Ouro – Anna ganhou este dedal da sua avó quando tinha 14 anos. Na ocasião da sua morte passou para as mãos da sua amiga Manna Friedman que mais tarde o doou para o museu.

Programação

O museu tem uma intensa programação com exposições de arte contemporânea, palestras, conferencias, filmes, workshops.

Informações sobre os próximos eventos



A loja do museu

A loja do museu reflete o clima e o tema do museu com uma pitada de bom humor nos seus produtos. Temos uma variedade de produtos originais e exclusivos além de uma excelente coleção de livros sobre a vida de Freud e seus familiares, historia da psicanálise, a psicanálise presente no cinema, nas artes, na literatura e temas relevantes contemporâneos. Venha nos visitar! Mas antes mesmo da sua visita in loco, visite a nossa loja virtual.

Como chegar

  • Metrô: linhas Metropolitan ou Jubilee para a Estação Finchley Road
  • London Overground (uma linha de trem): para a estação Finchley Road and Frognal
  • Ônibus: linhas 13, 82, 113, 187 e 268 – todos estes param próximos a estação de metrô.

O museu fica a 10 minutos a pé da estação do metrô Finchley Road.

Para chegar de carro por favor use o Google Map.

Planeje a sua ida em transporte público usando este site:
 Transport for London Journey Planner.